Os ciclistas das palavras.

Dominar a possibilidade de desenvolver assuntos em poucas ou muitas palavras é fundamental para a organização de ideias, planejamento dos dias e a vivência de todos os tipos de situações: da chance de escrever uma mensagem positiva à ter que lidar com respostas agressivas / feedbacks negativos dos clientes e colaboradores sem perder a linha [com o perdão do trocadilho]. Mas como seguir pela trilha da melhor escrita?

palavras escritas à mão são super úteis.

1) Escrever pra melhorar é só começar: o quão cotidiano é ouvirmos e lermos “ahh, eu não escrevo bem, não consigo”? Mas quanto você tenta e pratica?

2) Praticar como se não houvesse amanha. O jeito mais interessante de fazer alguma coisa melhor é repeti-la muitas (e muitas) vezes. Cadernos, blogs, tumblrs, trechos, listas de compras / atividades completinhas e textos curtos nas suas redes sociais prediletas, preferencialmente com uma ou duas datas “agendadas”, para que inconscientemente imponha um ritmo. É exatamente o que procuro fazer com os textos por aqui, além de ter um blog, há 8 anos.

muito bla bla bla pra depois utilizar as palavras certas.
no começo é sofrido, mas depois pegamos o jeito.

3)  Leia seus textos em voz alta. Depois de escrever, releia como se pudesse fazê-lo em público. É o jeito mais prático para chegar próximo da forma como as outras pessoas vão ler seus conteúdos, e fazer edições pontuais que refinarão seus textos.

4)  Concisão. Tem uma frase antiga que sentencia: escrever é a arte de cortar palavras. Cada vez que você terminar um trecho ou um texto, pergunte-se: eu posso dizer isto com menos palavras? Nem todos tem tempo para ler longos e-mails ou postagens como esta, e quanto mais ideias você conseguir aglutinar, mais próximo de escrever em boa quantidade (e com o tempo, melhor).

5)   Títulos matadores são atrativos. Dedique-se aos títulos como se fossem um texto à parte. É a maneira mais prática de despertar a atenção que você deseja e manter seu leitor atraído pelo conteúdo.

6)   Ler como se não houvesse amanha. Escrever é como qualquer outro exercício criativo – menos dom, mais técnica – onde o acumulo de repertório gera mais ideias. Todo tipo de texto vale, e uma atenção especial para temas relacionados aos assuntos que prefere abordar são essenciais para dominar uma escrita mais eficiente.

Noves fora os conhecidos buracos técnicos e práticos na formação educacional de profissionais, de todas as categorias no Brasil, é fato que muitas pessoas alimentam dificuldades extremas para escrever. Aos profissionais envolvidos com comunicação a atenção (preocupação) deve ser maior, pois a escrita é uma ferramenta de trabalho, e a boa escrita, um passaporte para a excelência profissional, uma prova inconteste de evolução. E como todo ciclista que se preze, depois de andar algumas vezes e repetir muitas outras, você não perde mais o jeito.

Para completar: http://www.linkedin.com/today/post/article/20130221123241-15077789-want-to-be-taken-seriously-become-a-better-writer
http://blog.grupofoco.com.br/comunidade/index.php/2012/02/13/escrever-bem-faz-bem-a-carreira/
http://meiobit.com/39079/4-ferramentas-para-escrever-sem-distra-es/